Victor Nunes

em 1 de setembro de 2019


Victor Nunes, 70 anos, nascido em São Paulo (04/12/48), capital/Brasil. Publicitário desde 1971 como diretor de arte e diretor de criação. Atualmente trabalha em sua própria agência Rush Propaganda.

Trabalhou em várias agências de publicidade como ADAG, JMM, Toni Propaganda, Foote, Cone & Belding (FCB) atendendo clientes como Firestone, Colgate/Palmolive, Faber-Castell, Dines Club, Aji-No-Moto, Kraft-Lacta Suchards com produtos como chicle de bola Ploc e Ping-Pong, onde também desenvolvia para estes produtos, várias séries de figurinhas que vinham com os produtos.

Eram curiosidades, informações inusitadas, séries de filmes infantis, records do mundo, e entre eles, muito humor, com o intuito de fazer as pessoas se divertirem. Premiado no Festival do Filme Publicitário em Cannes de 1986 com um Leão de Ouro. (Único Leão de Ouro do Brasil neste ano com o filme para “BALAS SOFT”). 

“Sempre brinquei com imagens usando alimentos, objetos do dia-a-dia e outros objetos inusitados.Mas foi através da internet que comecei a ter uma atividade muito mais dinâmica, pois criava, fotografava e postava no Facebook...coisa rápida. E aí vinham os comentários que me animavam a continuar. Para mim, isso virou e ainda é uma brincadeira, uma diversão e uma grande terapia. Depois de um ano com minha página pessoal, Victor Nunes, criei a “fanpage” Victor Nunes Faces, com milhares de imagens feitas com alimentos, espuminhas de café, tecidos, torrone, chocolate, objetos do dia-a-dia como tampinhas, moedas, clip, elástico, e as transformando em outras formas inusitadas de escultura e desenho. Posteriormente, comecei a divulgar as obras também pelo Instagram e YouTube. Não tenho nenhuma pretensão comercial, me sinto bem fazendo isso, me divertindo e assim, divertindo as pessoas.” Já fiz trabalhos profissionais com este tipo de arte para publicações em vários países como Holanda, EEUU, França, Eslováquia, Rússia e Brasil".

Atualmente aguardo a finalização de um livro com minhas peças que será lançado em Londres. Também sou músico, formado em piano clássico e integrante da Orquestra de Cordas Laetare tocando violino entre 2008 até 2016, compositor de mais de 2000 peças musicais populares (não publicadas). Sou cristão e acredito no Deus Amor!

Artista

Artista

Artista

Arte

Arte

Arte

Artista

Arte



Topo